Blog Pos Pandemia

AS NOVAS SOLUÇÕES PARA UM NOVO MUNDO QUE SE APRESENTA PÓS-PANDEMIA

A pandemia do coronavírus paralisou o mundo e impôs uma série de restrições e cuidados em nome da saúde das pessoas. Embora a crise sanitária sem precedentes na história comece a dar algum sinal de desaceleração neste segundo semestre de 2020, é evidente que ainda há um longo caminho a se percorrer para o controle da covid-19.

Cientistas no mundo inteiro e profissionais ligados à área da saúde seguem trabalhando incansavelmente em busca de soluções para conter a doença e proteger os seres humanos. Enquanto isso, apesar de o cenário ainda não ser tão claro, um novo mundo vem se desenhando pós-pandemia. Porque se existe uma certeza até aqui é que uma nova era, de grandes transformações, já começou.

Um novo olhar para o mundo

Assim, no exercício constante da reflexão a que todos fomos convidados a fazer neste ano, surgem novas soluções para uma nova realidade que se apresenta. Algumas possibilidades surgiram diante da necessidade, outras já tinham seu caminho pavimentado, e ganharam força a partir da pandemia.

Por exemplo, a cultura do trabalho remoto existia, mas não era lá muito incentivada. Com a pandemia, o home-office deixou de ser uma opção para ser a única opção viável. Passada a fase inicial dessa realidade, fato é que muitas empresas estão considerando essa opção para trabalhos em que a presença física não seja essencial. Trata-se de uma evolução.

Também nesse contexto, uma tendência bem possível é que as pessoas, mais acostumadas a ficar em casa durante a pandemia, vão valorizar o tempo de deslocamento entre a casa e o trabalho – para os que precisam estar presentes. Logo, as chances de se procurar um novo lar mais perto do trabalho são bem maiores a partir de agora, que a retomada gradual começou.

Por consequência, o carro particular deve perder força, já que deixa de ser uma necessidade, cedendo espaço para caminhadas mais longas ou ainda trajetos feitos de bicicleta entre trechos mais curtos.

Consumo consciente e responsabilidade ambiental

A pandemia do coronavírus reforçou a ideia de consumo consciente como uma solução plausível para o novo mundo. O comprar pelo simples ato de comprar, que já estava em desuso, fica ainda mais fora de moda. A compra, a partir de agora, precisa fazer sentido, ou seja, estar dentro das necessidades reais, em princípio. Até porque, o dinheiro antes aplicado para realizar alguns meros desejos, agora tende a ser aplicado em reservas e, quem sabe, investimentos de médio ou longo prazos.

Por fim, um outro ponto interessante é a responsabilidade ambiental. Há meses que se fala com constância na preservação da vida. Em outras palavras, cuidar dos seres vivos significa, também, preservar a natureza e todos os seus recursos. E isso se faz com ações práticas. Por exemplo, dar atenção especial à quantidade de lixo gerado, à reciclagem de materiais, como papel, vidros, metais e plásticos, assim como ao menor consumo de itens descartáveis, substituindo por reutilizáveis.

Porque o novo mundo pós-pandemia do coronavírus deve ser uma construção coletiva, a partir de atitudes individuais, não é mesmo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *